Caiado humilha servidor público

0Goiás:
De acordo com o site, Goiás 24Hs; “O descaso de Caiado com o servidor público está se transformando em humilhação para a categoria. O governador brinca com a liberação do pagamento do salário da categoria, que é obrigada a quitar contas com juros e conviver com uma insegurança e incerteza permanentes. Chega a ser desumano o tratamento caiadista ao funcionalismo”, publicou o site na segunda-feira (10/06). (!!!) O mais estranho de tudo isso, são os parlamentares goianos fingirem que não estão vendo nada.

Briiga dee vizinhosss!

Briiga dee vizinhosssGoiás:
De acordo com a revista veja; “O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e o do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), andam às turras. O goiano não gostou da presença do colega em evento político no seu estado. Ligou e gritou: “Goiás tem governador! ”. Como resposta, ouviu uma longa de lista de palavrões”, disse a revista. (!!!) Na realidade, o Governador de Brasília representa mais o entorno do Distrito Federal que o que se diz governador de Goiás, um sujeito que faz questão de mostrar desiquilíbrio e arrogância sem limites. Um erro que a maioria dos goianos cometeu em 2018, trocar o certo pelo duvidoso, agora terá que comer M*** por longo período.

O rei do gado

O rei do gadoGoiás:
Uma língua de cobra me falou; “Em cinco meses de gestão, o atual governador de Goiás não deixou dúvidas e até fez questão de mostrar que fará um governo de perseguição ao servidor público do estado. Demissões, cortes de direitos e desinteresse total com o funcionalismo foram a marca deste período inicial. Esse é seu legado para o eleitor goiano jamais esquecer do erro que cometeu ao eleger o rei do gado como gestor”, disse a língua.

A luta continua

A luta continuaGoiás:
Mesmo se ficarem inelegíveis como quer o governador, Marconi e José Eliton ainda poderá entrar com pedido de registro de candidatura na próxima eleição, e tentar evitar o indeferimento do T.R.E, podem também entrar com pedido de liminar e assim ir até o dia da eleição. Por outro lado, é sabido que o atual governador não dará trégua para os dois adversários.

Meta

MetaGoiás:
Parece que a meta do atual governador de Goiás é reprovar as contas do governo anterior e assim os ex-governadores ficariam inelegíveis e, portanto, não poderá concorrer na próxima eleição. Esquece ele que depois de passar pelo conto do vigário, servidores e a população de Goiás preferem eleger uma ruela qualquer e rejeitara suas trapalhadas.

Goiás tem governador?

Goiás tem governadorGoiás:
Segundo a coluna Grande Angular, da jornalista Lilian Tahan, do site Metrópoles, o governador Ronaldo Caiado (DEM) teria ligado ao governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), para tirar satisfações sobre uma operação de testes em uma viagem de trem da capital federal até Valparaíso. O telefonema ocorreu durante o translado, que o gestor emedebista fez a convite do Ministério do Desenvolvimento Regional. Ainda de acordo com a coluna, Caiado teria se irritado com a iniciativa de Ibaneis em assumir o protagonismo do projeto, ligado e dito que “Goiás tem governador”. Em resposta, o governador do Distrito Federal disse: “O senhor está me dizendo que Goiás tem governador, pois eu estranhei a falta dele aqui” Vale destacar, este projeto, se pronto, pode beneficiar aproximadamente 50 mil pessoas. A maioria de cidadãos do Entorno do DF. (!!!) Parece que o atual governador de Brasília é mais um alvo da ira do ex-senador goiano. Parece que é crime querer ajudar ao entorno do DF.

Haja maldade!

Haja maldadeGoiás:
Em cinco meses de governo, o atual governador de Goiás só falou e apresentou projetos que ferram o já sofrido e espoliado servidor público estadual. A última ideia do ex-senador é aumentar o valor cobrado pelo Ipasgo ao funcionalismo, conforme publicado em o jornal O Popular, de segunda-feira (03/06).

Brasília para frente e Goiás para trás

Brasília para frente e Goiás para trásGoiás:

Os avanços na proposta do governo Ibaneis Rocha de maior internacionalização de Brasília e do Distrito Federal começam a gerar os primeiros resultados. Em uma semana, em um trabalho coordenado pela Secretaria de Cultura e pela Secretaria de Relações Internacionais, o Governo do Distrito Federal conseguiu duas importantes conquistas, por meio da ação do governador Ibaneis Rocha, em sua última viagem a Lisboa, em Portugal, durante a reunião da 35ª Assembleia-Geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA). Já o seu colega goiano, seu foco continua em alimentar seu ódio pelo ex-governador Marconi e em perseguir funcionários públicos. Já estamos no sexto mês de governo e o doutor não consegue fazer nada de positivo a favor do estado.

 

Pacto pelo caos

Pacto pelo caosGoiás:
De acordo com o diário poder; “Apesar de fake news divulgado na quinta-feira (30/05) por um “Pacto pela Democracia”, acusando Jair Bolsonaro de atropelar o Legislativo com 148 decretos e afirmando que ele supera Lula e FHC, a verdade é bem diferente. Entre 1º de janeiro e 30 de maio, o atual presidente assinou menos decretos do que os ex-presidentes citados. Lula assinou 154 decretos no mesmo período, enquanto o tucano FHC baixou 149. Apesar da personalidade autoritária, Dilma Rousseff editou 66 decretos entre janeiro e maio de 2011, primeiro ano no Planalto”. (!!!) Na realidade, a proposta de endireitar o pais é uma missão impossível, afinal foram anos atirando pérolas aos porcos.

Combate a corrupção e privilégios

Combate a corrupção e privilegiosGoiás:
A maioria dos eleitos em 2018, tinha como proposta o combate implacável contra a corrupção, privilégios e a impunidade. Após a posse, já perceberam ser utopia cumprir essas promessas. Para começar, a maioria dos privilégios dos poderosos são considerados direitos adquiridos e eles não irão largar o osso. Em segundo lugar, quem mais tem privilégios são exatamente aqueles que tem o poder de vetar sua extinção, portanto, mesmo que o atual presidente da república fique cinquenta anos no poder, não vai cumprir sua promessa de campanha. A única forma de combater esse mau está na mão do eleitor, cabe a ele não votar mais em político profissional e fim de papo.

Topissimo

TopissimoGoiás:
Assíduo da barbearia do Senado, Jorge Kajuru (PSB-GO) faz a barba discutindo futebol e política sempre com bom humor. E o senador ainda discute com a turma seus projetos. O parlamentar está se sentindo em casa no meio dos que o querem velo pelas costas.

Mais Médicos abre 112 vagas em Goiás

Mais Médicos abre 112 vagas em GoiásGoiás:
As inscrições poderão ser realizadas somente pela internet até quarta-feira (29/05) e a previsão é que os profissionais já comecem a atuar nas unidades de saúde a partir de junho com o número maior em Aparecida de Goiânia, com 13 oportunidades; Formosa, 11 e Valparaíso de Goiás com 6 vagas.

Inscrições para o programa Mais Médicos

Inscrições para o programa Mais MédicosBrasil:
Uma nova rodada de inscrições para o Programa Mais Médicos foi aberta na segunda-feira (27/05) e prossegue até quarta-feira (29/05). São oferecidas 2.212 vagas para o atendimento na atenção primária à saúde em cerca de 1.185 municípios e 13 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). As inscrições são feitas exclusivamente pela internet. A prioridade no preenchimento das vagas será para médicos formados e habilitados com registro em qualquer Conselho Regional de Medicina do Brasil. Os candidatos inscritos devem acessar o sistema do Mais Médicos na internet entre os dias 6 e 7 de junho para indicar o local onde querem trabalhar dentre as vagas disponíveis. A expectativa do Ministério da Saúde é que os médicos comecem a atender em junho. De acordo com a pasta, essa nova etapa do programa deve reforçar a assistência na atenção primária a mais de 6 milhões de pessoas que vivem nas áreas mais vulneráveis do país. Até que enfim uma notícia boa, resta saber se tem medico interessado em trabalhar no interior, outras tentativas já foram feitas e fracassaram.

Previdência não é panaceia

Previdência não é a panaceia que irá resolver os problemas econômicos do paísGoiás:
Segundo o site o antagonista “A aprovação da reforma da Previdência não representará a solução de todos os problemas econômicos do país. Essa é a avaliação de Rogério Marinho, secretário especial da Previdência, que disse na sexta-feira (24/05) “A Previdência não é uma panaceia que irá resolver os problemas econômicos do país, mas é o início desse círculo virtuoso. Na hora em que tivermos equilíbrio fiscal, na hora que o déficit deixar de aumentar naturalmente você passará previsibilidade, segurança jurídica e crença na retomada do crescimento econômico. ” (!!!) Será? Se é tão bom assim, porque os principais interessados, não tem acesso ao projeto completo?

Mais dois anos para íris?

0Goiás:
O presidente da Federação Goiana de Municípios (FGM), Haroldo Naves, afirmou que, no próximo dia 28, a FGM conclamará todos os prefeitos e vereadores do Estado, a conversar com os 17 deputados federais e três senadores de Goiás. A pauta é o apoio ao projeto de unificação das eleições do Brasil. Saiba mais, “A proposta de 2009, do ex-deputado Ernandes Amorim, foi relatada com parecer pela admissibilidade pelo congressista Valtenir Pereira (MDB-MT). Haroldo explica que, como os parlamentares não podem legislar em causa própria, essa regra iria prorrogar o mandato dos prefeitos e deputados atuais”. Imaginem você, mais dois anos de Iris ninguém merece.