Archive for Alexânia

Sérgio Moro decreta prisão do goiano Delúbio Soares

Sérgio Moro decreta prisão do goiano Delúbio SoaresGoiás:
O Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) negou quarta-feira (23/5), por unanimidade, os embargos de declaração do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, condenado no ano passado a seis anos de prisão por lavagem de dinheiro em processo no âmbito da Operação Lava Jato. Assim como no caso de Lula, o juiz federal Sérgio Moro expediu o mandado de prisão do ex-tesoureiro. Delúbio já havia sido condenado no escândalo no Mensalão. O ex-tesoureiro pegou 6 anos e 8 meses de prisão no regime semiaberto por corrupção ativa e foi preso em novembro de 2013. Menos de um ano depois, em setembro de 2014, ele passou para o regime aberto. O processo é um desdobramento do polêmico empréstimo de R$ 12 milhões tomado pelo pecuarista José Carlos Bumlai junto ao Banco Schahin, em outubro de 2004. O dinheiro era destinado ao PT, segundo a força-tarefa da Lava Jato.

Vilmar Rocha ataca governo e está se isolando do PSD

Vilmar Rocha ataca governo e está se isolando do PSDGoiás:
As movimentações do ex-secretário Vilmar Rocha (PSD) têm incomodado aliados muito próximos; neste grupo está o também ex-secretário e deputado federal Thiago Peixoto, figura com grande circulação nos municípios goianos e hoje o único parlamentar federal de Goiás do partido desde que Heuler Cruvinel foi para o PP de Alexandre Baldy, justamente por conta do voo solo e isolado de Vilmar em direção à oposição; Thiago tem começado a se posicionar contra as atitudes do correligionário; Vilmar é contra a candidatura de José Eliton e vem fazendo críticas sistemáticas ao projeto da base aliada

Pros e solidariedade devem anunciar apoio a Demóstenes

Pros e solidariedade devem anunciar apoio a DemóstenesGoiás:
Depois de receber a adesão do Partido Verde (PV), o procurador de Justiça Demóstenes Torres, pré-candidato a senador pelo PTB, capitaliza mais dois apoios: o PROS e o Solidariedade; as duas legendas devem oficializar a aliança com Demóstenes nos próximos dias; “Estamos conversando com os prefeitos, deputados e lideranças dos dois partidos e seria uma honra para mim a gente caminhar juntos”, assinalou o pré-candidato; o presidente estadual do Solidariedade, Armando Vergílio, adianta que o partido já decidiu permanecer na base aliada e marchará com o governador José Eliton no projeto de reeleição.

Lista aumenta

Lista aumentaBrasil:
Mesmo sem a definição de partidos maiores, como MDB e PT, a lista de pré-candidatos a presidente da República já é a maior da História. Até sexta-feira (18/5), somavam 28, mas apenas dois ou três são pra valer.

‘Tradição’ fajuta

Tradição fajutaBrasil:
O PT conta com a “tradição” do Tribunal Superior Eleitoral de só haver rejeitado três candidaturas a presidente, desde 2002. Mas até 2010 não existia Lei da Ficha Limpa, aquela que torna Lula inelegível.

Demóstenes quer prévias para o nome do senado

Demóstenes quer prévias para o nome do senadoGoiás:
O ex-senador Demóstenes Torres (PTB) voltou a defender a disputa interna por uma das vagas de candidato ao Senado na chapa da base governista; ele insiste na tese de que é mais democrático a realização de prévias para escolha do nome que vai concorrer, ao lado de Marconi Perillo (PSDB), às duas cadeiras ano Senado no pleito deste ano; a concorrente direta de Demóstenes é a senadora Lúcia Vânia (PSB), que tem reafirmado que não aceita a disputa

Ex-prefeito de Teresina de Goiás é condenado por contratação irregular

Ex-prefeito de Teresina de Goiás é condenado por contratação irregularGoiás:
O ex-prefeito de Teresina de Goiás, Odete Teixeira Magalhães, teve seus direitos políticos suspensos e está proibido de contratar com o poder público por três anos, em razão de condenação por ato de improbidade administrativa relacionado à simulação de contratação com pessoa para favorecer apadrinhados políticos. A sentença do juiz Pedro Piazzalunga Cesário Pereira acolheu pedido feito em ação proposta pela promotora de Justiça Úrsula Catarina Fernandes da Silva Pinto, em 2008. Na ação, foi apontado que o então prefeito praticou ato de improbidade administrativa consistente na violação aos princípios da legalidade, impessoalidade e moralidade administrativa, ao simular contratação com Ari Jacundá da Costa para favorecer seus apadrinhados políticos Osvaldo Bueno de Carvalho e Antônio Paulo da Silva. Ao analisar o pedido, o magistrado destacou que os contratos e os próprios envolvidos no ilícito confirmaram que a pessoa oficialmente contratada nunca cumpriu o acordado, mas transferiu a execução do negócio a terceiros, sem que nenhum registro fosse levado a público.

PT e DEM se unem para impedir votação de emendas constitucionais

PT e DEM se unem para impedir votação de emendas constitucionaisBrasil:
Inusitada aliança entre deputados do PT e DEM, que contam também com PP, PSD e PDT, adia indefinidamente a votação do recurso contra a decisão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de liberar a análise de Propostas de Emenda à Constituição durante a intervenção no Rio. Maia está entre os políticos investigados em denúncias na Lava Jato. Em ano de eleição, virou pretexto para evitar temas nos quais os deputados não pretendem mexer, como a reforma da Previdência. O “casamento de jacaré com cobra d’água” entre PT e DEM reflete também o desinteresse dos dois partidos pelo fim do foro privilegiado. A Constituição “não poderá ser emendada” durante intervenção, veda o seu artigo 60. Mas não impede análise, nem o trâmite de propostas.

Eleição de deputados federais custará r$1,3 bilhão

Eleição de deputados federais custará r$1,3 bilhãoBrasil:
Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, o total de doações para os atuais 513 deputados federais se elegerem em 2014 superaram os R$688,6 milhões. Na Eleição de 2006, o valor total foi de R$252,5 milhões, pouco mais de meio milhão por parlamentar. Para 2018 a nova lei eleitoral limitou o custo da campanha de deputados federais a “apenas” R$2,5 milhões cada. Ou seja, total de quase R$ 1,3 bilhão. O custo da campanha da bancada de 513 deputados federais cresceu cinco vezes: foi de R$252 milhões em 2006 para R$1,3 bilhão este ano.

Metade dos eleitores não votará em PT ou MDB

Metade dos eleitores não votará em PT ou MDB

Metade dos eleitores não votará em PT ou MDBBrasil:
Levantamento Paraná Pesquisas sobre o perfil dos pré-candidatos procurados pelo eleitor revelou que 50,8% dos brasileiros não votarão em candidatos a deputado federal do PT. O nível de repúdio ao MDB é um pouco menor, mas a situação é de empate técnico: 49,5%. No caso do PSDB, o resultado tampouco é animador: 46,2% dos entrevistados declararam não pretender votar nos candidatos do partido, em outubro. Para 39,4%, votar no PSDB depende de quem é o candidato. No MDB, esse percentual é 36%. Apenas 27,7% poderiam ganhar o voto no PT. Curiosa coincidência: apenas 17,6% dizem que votarão em petistas e 17,6% afirmam que ser do PT eleva a chance de voto no candidato. Para 26% dos eleitores, ter a simpatia de juízes e promotores ligados à Lava Jato aumenta as chances de votar em determinado candidato. O Paraná Pesquisa entrevistou 2.002 eleitores em 154 municípios entre 27 de abril e 2 de maio. Pesquisa registrada sob o nº BR- 02853/18.

Opções

OpçõesBrasil:
A desistência de Joaquim Barbosa (PSB) na disputa pela presidência da República, gerou frustração também entre políticos tradicionais, outros nem tanto, que estavam interessados em compor sua chapa como vice. Fontes ligadas à cúpula do PSB garantem que o partido foi procurado por emissários de pré-candidatos querendo ser vice de Joaquim: Rodrigo Maia (DEM), Flávio Rocha (PRB) e Manoela D’Ávila (PCdoB). As fontes do PSB não têm dúvida de que os emissários representavam os “candidatos a vice”, mas negam reuniões pessoais com Joaquim.

Milhares de pessoas prestigiam comemorações do aniversário de 96 anos de Aparecida de Goiânia

Milhares de pessoas prestigiam comemorações do aniversário de 96 anos de Aparecida de GoiâniaAparecida de Goiânia:
Uma manhã de festa e muita alegria. Assim foi comemorado o aniversário de 96 anos de Aparecida de Goiânia que foi realizado na última sexta-feira, 11, na Avenida Independência no Parque da Família – Norberto Teixeira. Milhares de pessoas entoaram os parabéns para a cidade que teve bolo de 96 metros e mais de mil quilos que foi distribuído para a população. O tradicional desfile cívico contou com a participação de centenas de pessoas e arrancou aplausos dos moradores que acompanhavam de perto toda a apresentação que mobilizou toda a equipe da Prefeitura.

“Saí do fundo do poço para provar minha inocência”

Saí do fundo do poço para provar minha inocênciaGoiás:
Em entrevista ao programa Eleições 2018 – Fique por Dentro, veiculado pela TV Assembleia-Go, o ex-senador Demóstenes Torres (PTB) falou sobre seu retorno à vida pública, o processo de cassação que sofreu e a batalha jurídica que travou para provar sua inocência e recuperar os direitos políticos; Demóstenes lembrou o trabalho que realizou no Senado. Ele disse que foi autor leis importantes, como a Lei Maria da Penha, que pune severamente agressores de mulheres, além de ter sido o maior relator de projetos de lei da história do Senado.

Nódulo no fígado faz Vitti desistir da reeleição

Nódulo no fígado faz Vitti desistir da reeleiçãoGoiás:
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Vitti (PSDB), não será mais candidato à reeleição nem a qualquer outro cargo eletivo em 2018; decisão foi comunicada ao governador José Eliton e ao ex-governador Marconi Perillo, além dos integrantes da bancada do PSDB e partidos da base aliada do governo no Legislativo goiano; “Após a realização de exames, constatei um pequeno nódulo no fígado e, por precaução e pedido da família, resolvi me afastar”, declarou; deputado irá a São Paulo nos próximos dias para realizar novos exames

Demóstenes tem preferência da maioria dos prefeitos da base aliada

Demóstenes tem preferência da maioria dos prefeitos da base aliadaGoiás:
Assim como acontece com os integrantes bancadas federal e estadual que apoiam o governo, a grande maioria dos prefeitos da bases aliada quer que a segunda vaga de candidato a senador da chapa governista seja destinada ao ex-senador Demóstenes Torres (PTB); reabilitado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o petebista disputa com a senadora Lúcia Vânia (PSB) espaço na chapa encabeçada por José Eliton (PSDB), que tem o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) já definido como candidato a senador; nome da socialista chegou a ser citado para a primeira suplência de Marconi, mas ele descartou a hipótese.