Lúcia Vânia é cotada para disputar a Prefeitura de Goiânia

Lúcia Vânia é cotada para disputar a Prefeitura de GoiâniaGoiás:
Há quem aposte que, aos 74 anos, Lúcia Vânia não vai mais disputar mandato político. Mas aliados sugerem que, em 2020, pode ser candidata tanto a prefeita de Goiânia quanto a vereadora. Lúcia Vânia “alimenta-se” de política. Mas aos aliados se disse “cansada”, sobretudo do que considera “traições” políticas. Há até quem acredite que Ronaldo Caiado pode convidá-la para o cargo de secretária da Educação.

Corrida contra o tempo

Corrida contra o tempoGoiás:
Os parlamentares do Centro Oeste fizeram plantão no gabinete do Superintendente da Sudeco, Marcos Derzi, batalhando os últimos recursos para seus Estados. Os reeleitos querem fatia maior do bolo.

Nota do PSDB- Mulher

PSDB | Imprensa

PSDB_Mulher_YedaCrusius_OrlandoBrito_8-731x408Diante da menção ao PSDB-Mulher em reportagem publicada pelo jornal O Globo nesta sexta-feira, informamos que não contratamos nenhuma empresa ou serviço de disparo de mensagens pelo whatsapp durante a campanha eleitoral deste ano. Com os 30% dos recursos do Fundo Eleitoral garantidos pela justiça eleitoral às candidaturas femininas, as candidatas do PSDB-Mulher não só conseguiram financiar suas campanhas, como garantiram o aumento de sua representação tanto no Congresso Nacional, quanto nas Assembleias Legislativas dos estados. Muitas delas tiveram acesso a um “kit campanha” produzido pela mesma empresa que atendeu ao candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, o que ajudou a melhorar o desempenho eleitoral de nossas candidatas.

Yeda Crusius

Presidente do PSDB-Mulher

Vanderlan requer suspensão de reajuste de 18% na conta de luz

downloadGoiás:
Senador eleito por Goiás, o empresário Vanderlan Cardoso (PP) encaminhou na quinta-feira (18/10) requerimento à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e à Enel Distribuição Goiás visando a suspensão do reajuste médio de 18,54% na conta de luz, anunciado esta semana para os consumidores goianos. No pedido, Vanderlan argumenta que as justificativas para o reajuste não foram claras e suficientes, dizendo, ainda, que, a princípio, há indícios de que o valor acertado tenha sido abusivo.

“Aliança em torno de propostas”

Aliança em torno de propostasGoiás:
Senador eleito com mais votos, o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PP) declarou apoio na quarta-feira (17/10) ao presidenciável Jair Bolsonaro do PSL. Em comunicado nas redes sociais, o pepista afirma que esteve com o candidato para compartilhar suas preocupações com a população de Goiás, “que deseja a retomada econômica, que precisa de empregos, que quer mais verba para saúde e segurança nos municípios”. Na publicação, Vanderlan ainda convoca

Transição transparente

Transição transparenteGoiás:
Depois de escolhidos, e divulgados, os nomes que integram a equipe de transição da atual gestão política e administrativa do governo de Goiás foram decretados em documento publicado pelo Diário Oficial do Estado na terça-feira (16/10). Para a mudança, alguns dos secretários escolhidos pelo governador Zé Eliton (PSDB) falaram sobre como será o processo que começa agora e vai até início de 2019. Tudo ocorrera dentro da tranquilidade e transparência.

Base de Caiado se reúne pela primeira vez

Base de Caiado se reúne pela primeira vezGoiás:
Deputados eleitos na coligação comandada por Ronaldo Caiado (DEM) são unânimes ao dizer que a base de sustentação do democrata na Assembleia Legislativa já iniciará o próximo mandato consolidada e com ampla maioria. “A oposição vai ser pequena”, adianta o Delegado Humberto Teófilo, parlamentar eleito no último dia 7. Na segunda-feira (15/10), os deputados federais e estaduais eleitos na aliança caiadista tiveram a primeira reunião, durante almoço em uma churrascaria da capital. O encontro é o ponto de partida para tratar das articulações no Legislativo, tendo em vista o período de transição de governo que se inicia.

Partidos que gastaram mais elegeram bem menos

Partidos que gastaram mais elegeram bem menosGoiás:
O PSL, de Jair Bolsonaro, cresceu mais de 1.300% em votos, elegendo 52 deputados este ano, muitos deles sem recursos do Fundo Eleitoral, por opção ou por falta de dinheiro mesmo. Antes, em eleições, mais dinheiro significava mais eleitos, mas essa lógica perdeu sentido em 2018: o MDB distribuiu R$232,4 milhões a seus candidatos e elegeu 34 deputados, a quinta maior bancada. Os 56 do PT custaram R$212,2 milhões. Já o PSDB gastou R$185,8 milhões e foi um fiasco: elegeu 29.

PSDB Goiânia declara apoio a Jair Bolsonaro no segundo turno

PSDB Goiânia declara apoio a Jair Bolsonaro no segundo turnoGoiás:
O PSDB Goiânia decidiu apoiar Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, no segundo turno da eleição de 2018. A decisão foi tomada após reunião ordinária do partido na última quinta-feira (11/10). Nacionalmente, o PSDB optou pela neutralidade, mas liberou os diretórios regionais e os filiados. “É um momento muito importante para o País e precisamos ter posição. Trabalhamos diariamente para eleger Geraldo Alckmin e, diante do atual cenário no segundo turno, optamos por Bolsonaro”, afirmou o presidente do Diretório Metropolitano, Eurípedes Jerônimo.

Apoiados por Mendanha sofrem derrota

Apoiados por Mendanha sofrem derrotaGoiás:
Os resultados das eleições do último domingo não foram muito bons para os gesto­res de Aparecida de Goiânia. Pela primeira vez, desde a redemocra­tização, o município fica sem um representante na Assembleia Legis­lativa de Goiás (Alego). Os candida­tos apoiados pelo prefeito Gustavo Mendanha (MDB) não tiveram su­cesso nas disputas ao governo do Estado, Câmara Federal e Senado.

Ronaldo Caiado declara apoio a Bolsonaro

Ronaldo Caiado declara apoio a BolsonaroGoiás:
Após o DEM decidir pela neutralidade no 2º turno, o senador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou na quarta-feira (10/10) apoio ao candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL). O demista viajou ao Rio de Janeiro e conversou com o militar. Caiado foi eleito no 1º turno para o governo de Goiás com 59,73% dos votos válidos, que representam 1.773.185 eleitores. Segundo a assessoria do senador, no encontro com Bolsonaro também estava presente o senador Wilder Morais (DEM-GO), que já apoiava o militar no 1º turno. A assessoria disse que os políticos conversaram por cerca de 1 hora “sobre as eleições e a conjuntura nacional”. Como médico, Caiado ainda conversou com o militar “sobre seu quadro clínico”. O DEM já havia decidido na manhã de 4ª feira que se manterá neutro no 2º turno e liberou políticos e militantes para apoiar qualquer 1 dos candidatos: Bolsonaro ou Fernando Haddad (PT). “O nosso propósito é trabalhar por um novo ambiente, onde a nação seja pacificada e os valores nacionais prevaleçam sobre interesses não republicanos que conduziram o Brasil à pior crise econômica, política, social e moral de sua história”, afirmou em nota.

Cláusula de barreiras

Cláusula de barreirasGoiás:
Circula nos corredores da Câmara federal a lista de partidos que, alvejados pela cláusula de barreiras, podem sumir: Rede, Novo, PTC, PMN, PRP, PV, Avante, PCB, PSTU, PRTB, DC, PCO, PPL, Patriota, Pros e PMB. Ficarão sem tempo de TV e sem os fundos partidário e eleitoral.

Transição

TransiçãoGoiás:
O presidente do Ipasgo e da Goiás Parceria, José Carlos Siqueira e Afrânio Cotrim, foram escolhidos pelo governador José Eliton (PSDB) para liderar o período de transição de governo, após vitória do senador Ronaldo Caiado (DEM) no primeiro turno. O anúncio foi realizado na segunda-feira (8/10) durante reunião de Eliton com o primeiro escalão. Os dois foram escolhidos, segundo a administração, por serem da confiança do governo e por conhecerem de perto a realidade da administração.

Encerro a disputa de cabeça erguida. Meu legado está na história

Encerro a disputa de cabeça erguida. Meu legado está na históriaGoiás:
Derrotado na disputa pelo Senado, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) emitiu nota na noite de domingo (07/10) para comentar a eleição; ele afirma que encerra a eleição de “cabeça erguida” e que seu legado está na história”

Avaliação definitiva

Avaliação definitivaGoiás:
A Secretaria do Tesouro Nacional (STN) concedeu a Goiás, de forma definitiva, o atestado de cumprimento de metas de Ajuste Fiscal da União do exercício de 2017. A avaliação preliminar foi anunciada em junho, e agora os resultados consolidados confirmaram o êxito do Estado na execução do Programa de Reestruturação e de Ajuste Fiscal de Estados (PAF), do qual é signatário.